Lavanderia – quanto mais cheiroso, mais lixo!

Mais um dia típico de lavanderia. Ainda bem que hoje existe máquina de lavar.
Oi, meu nome é Planeta Terra. Você poderia, gentilmente e se não for muito incômodo pedir isso, parar de poluir a água que eu, gentilmente e sem incômodo nenhum, forneço pra você sobreviver?
Hã, oi, que? Eu poluo?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. E se eu te dissesse que a água é dura e, dependendo da dureza dela, você precisará de mais ou menos sabão! OI? QUE? HÃ? WHAT??? Sabe quando você está andando na rua e passa um caminhão com um carburador soltando uma fumaça péssima e você segura a respiração pra não inalar? Essa é a sensação dos peixes, quando o amaciante cheirosinho pra gente, passa por eles no Oceano. Só que eles não tem como prender a respiração. Pra finalizar o show de horrores, todos os produtos convencionais que usamos para lavar roupa são tóxicos. Não só eles poluem nossas águas (que, não se esqueçam, é nossa principal fonte de sobrevivência), como são programados para estragar nossas roupas e ainda passam para a pele. Fora isso, ainda tem a embalagem!!! Oh my Gaia!

Calma!

A boa notícia é que nem sempre o biodegradável precisa ser caro ou difícil. A outra boa notícia é que eu juntei tudo que você precisa saber nesse post lindo e incrível de delicioso. Então sem mais eco-terrorismo ou piadas, se liga nas informações e nas receitas 😉

Continue Reading

Menos 1 Lixo mesmo? Um questionamento, uma reflexão e um pedido de desculpas.

Meu amigo inseparável!
Rasgou, puts! Ué, não era Menos 1 Lixo? O que eu faço, jogo no lixo?
Sissy that walk! Transforme em pulseiras (sqn).

 

 

 

 

 

 

Olá queridos leitores,

no primeiro post desse blog, explico que ele se encontra em sua primeira temporada. Ou seja, eu falo do passo a passo para uma casa desperdício zero e cada post se refere a um cômodo. Mas peço licença a vocês para interromper a programação, uma vez que considero o assunto de extrema importância.

Se aqui eu escrevo sobre o lar, no Instagram me dedico ao cotidiano fora de casa, ou seja, escolhas no dia a dia. Lá, eu sempre repito que não sou blogueira e nem digital influencer, mas sim Ativista de Questionamento. Assim me defino, uma vez que meu objetivo é ativar o questionamento em vocês, estimulando o consumo consciente, para que cada um possa fazer suas escolhas.

Também sempre repito que não indico marcas, mas sim, falo do que eu uso e isso tem uma razão, provinda de um arrependimento e uma grande lição aprendida. Divido agora com vocês o ocorrido e peço que leiam o artigo até o final e com calma, para que vocês façam suas escolhas, já que eu fui impedida de fazer a minha.

Continue Reading