Afinal, qual é o problema? lista para um banheiro desperdício zero parte 2

produtos nocivos
Vamos ler esse rótulo
zero waste
Parabenos???
zero waste
Eu vou morrer de câncer!

Você já tentou ler o rótulo dos ingredientes de produtos de higiene pessoal? Vou reformular a pergunta: Você já tentou entender o rótulo dos ingredientes de higiene pessoal? Escolhi reformular a pergunta, pois tenho certeza  de que todos algum dia já leram rótulos de ingredientes. Mas, ou não conseguimos enxergar, pela letra ridiculamente minúscula ou não entendemos nada, relevamos e compramos mesmo assim. No final das contas, o que nos conquista é a embalagem, o marketing, o rótulo, frases de efeito e o preço. Aqui mora o perigo (lá vem bomba)!

😥 Sobre os produtos:

Antigamente tudo era natural. Mas com o desenvolvimento de substâncias sintéticas (e do capitalismo), as empresas enxergaram uma forma de lucrar mais. Bem resumidamente falando, elas passaram a injetar certas substâncias desnecessárias (muitas consideradas tóxicas e cancerígenas) prometendo maior durabilidade e efeitos milagrosos e diminuíram a quantidade dos elementos realmente essenciais para a finalidade do produto (limpar, hidratar etc).

😡 Sobre as embalagens:

Eram de vidro, madeira e metal, até surgir o plástico. O vidro é um material mais caro de ser produzido, mas ele não é poroso como o plástico e nem tóxico (yes baby, plástico é nocivo para nossa saúde). Os produtos duram mais no vidro, que pode ser 100% reciclado e se transformar em um vidro novo, ao contrário do plástico (odeio muito essa porcaria) que tem um limite de reciclagem, acaba sobrando e poluindo o meio ambiente pra sempre.

👿 Sobre a indústria:

Hahaha Hehehe – é isso que a indústria faz. Ela dá uma risadinha achando graça e depois dá uma risadinha de espertalhona, pois ela lucra muito com essas mudanças. Pensa comigo: você quer ganhar dinheiro no carnaval e escolhe vender caipirinha pra galera. Você pode colocar a cachaça e o suco da fruta numa garrafinha de vidro, vender e receber a garrafa de volta em troca de desconto na próxima compra. Aí você conquista o cliente, que quer o desconto e você não precisa comprar novo estoque de garrafinhas, pois elas retornaram até você. Aí você pensa “Pra que tanto trabalho? Vou pegar um saquinho plástico descartável que é mais barato que o vidro, uma cachaça mais barata, suco artificial mais barato, coloco mais açúcar e vendo pelo mesmo preço da versão anterior”. Já você, que quer só ficar doidão e não está afim de procurar o vendedor na multidão pra devolver a garrafinha, compra mesmo sendo porcaria. HAHAHA HEHEHE pro produtor, poluição no mundo, um bando de porcaria dentro de você e dinheiro jogado fora.

😉 Sobre as alternativas:

Produtos naturais de pequenos produtores ou faça você mesmo. Poluem bem menos ou não poluem durante a produção, contém somente o essencial e nada sintético ou tóxico, você consegue muitas vezes sem a embalagem e têm 100% da funcionalidade do produto (por exemplo hidratante que realmente hidrata).

Chega de papo e vamos à lista Parte 2 (yeeeeaaaaaahhhhh)

Continue Reading

Tchanan! Um banheiro que não produz lixo

img_4126
Esfoliação com pó de café???
img_4135
Estou virando NATUREBA!!!!
img_4134
Aff, esteriótipos…

 

 

 

 

 

 

😛 Agora sim vai começar a transformação!

Regras do jogo:

Em um post eu vou mostrar as transformações do cômodo e comentar a razão pelas minhas escolhas de forma resumida. Em outro post vou apresentar uma lista de tudo que há (ou o mais comum de haver) naquele cômodo, explicando os problemas e as alternativas de cada item. Durante todo esse processo, não vou descartar nada e, depois de ter passado por toda minha casa, aí sim vou mostrar o encaminhamento de tudo que troquei aqui. Sim, eu irei pessoalmente levar nos centros de reciclagem e, caso algo tenha que ir para o lixão, também levarei pessoalmente. É um desafio que me proponho para encarar de frente o impacto das minhas ações.

😱 Gente, a Karin está louca! Ela raspou a cabeça, virou vegana e quer ir num lixão! 

rs – não estou louca, nem sou vegana (ainda sou vegetariana) e sim, estou me desafiando a reduzir meu impacto de poluição dentro e fora de mim. Mas eu estou aqui falando do desperdício, do lixo e do enorme problema que isso é, no entanto nada disso parece nos atingir diretamente. Então eu gostaria de visitar (sim) o destino do meu lixo e quem quiser me acompanhar, será muito bem vindo.

 – Jogo dos (mais de) 7 erros –

Banheiro de uma modesta exagerada

img_4112Da esquerda para direita: 1 escova de vaso, 1 porta treco com muitos esmaltes e acetona, 1 porta treco com muitos remédios, 1 necessaire formato banana, 1 necessaire com várias outras menores dentro (sabe como é né rs), papel higiênico, 1 porta trecos com 3 potes de creme vazios (sempre achei que fosse precisar) + produtos pra cabelo + absorvente interno + 1 creme para as pernas (que minha mãe me deu) + 2 porta escova de dente (resquícios do meu ex) + 1 pote de sabão líquido vazio (nunca se sabe…) + 1 soro fisiológico + porta xampu de viagem + mini álcool gel (outra vez minha mãe) + 1 caladril (deixado por uma amiga gringa que se queimou feio na praia) + 3 pentes + 1 pente de pintar cabelo + tinta pra cabelo, 6 perfumes (só comprei um deles), 2 secadores de cabelo (um mini pra viagem), 1 pote de hidratante muito ruim da Granado, rolo de esparadrapo vazio, 1 porta cotonetes vazio, 3 óleos essencias, fio dental, escova de dente, pasta de dente, escova de limpeza geral, enxágüe bucal, porta sabonete, 3 cremes, gilete, demaquilante, esfoliante, coletor menstrual, rodo de pia (já explico!), leite de magnésio, creme facial, 2 esponjas corporais. Fora as toalhas de banho e rosto e o tapetinho. E olha que eu conheço gente que tem MUITO MAIS!

Continue Reading