Afinal, qual é o problema? lista para um banheiro desperdício zero parte 2

produtos nocivos
Vamos ler esse rótulo
zero waste
Parabenos???
zero waste
Eu vou morrer de câncer!

Você já tentou ler o rótulo dos ingredientes de produtos de higiene pessoal? Vou reformular a pergunta: Você já tentou entender o rótulo dos ingredientes de higiene pessoal? Escolhi reformular a pergunta, pois tenho certeza  de que todos algum dia já leram rótulos de ingredientes. Mas, ou não conseguimos enxergar, pela letra ridiculamente minúscula ou não entendemos nada, relevamos e compramos mesmo assim. No final das contas, o que nos conquista é a embalagem, o marketing, o rótulo, frases de efeito e o preço. Aqui mora o perigo (lá vem bomba)!

😥 Sobre os produtos:

Antigamente tudo era natural. Mas com o desenvolvimento de substâncias sintéticas (e do capitalismo), as empresas enxergaram uma forma de lucrar mais. Bem resumidamente falando, elas passaram a injetar certas substâncias desnecessárias (muitas consideradas tóxicas e cancerígenas) prometendo maior durabilidade e efeitos milagrosos e diminuíram a quantidade dos elementos realmente essenciais para a finalidade do produto (limpar, hidratar etc).

😡 Sobre as embalagens:

Eram de vidro, madeira e metal, até surgir o plástico. O vidro é um material mais caro de ser produzido, mas ele não é poroso como o plástico e nem tóxico (yes baby, plástico é nocivo para nossa saúde). Os produtos duram mais no vidro, que pode ser 100% reciclado e se transformar em um vidro novo, ao contrário do plástico (odeio muito essa porcaria) que tem um limite de reciclagem, acaba sobrando e poluindo o meio ambiente pra sempre.

👿 Sobre a indústria:

Hahaha Hehehe – é isso que a indústria faz. Ela dá uma risadinha achando graça e depois dá uma risadinha de espertalhona, pois ela lucra muito com essas mudanças. Pensa comigo: você quer ganhar dinheiro no carnaval e escolhe vender caipirinha pra galera. Você pode colocar a cachaça e o suco da fruta numa garrafinha de vidro, vender e receber a garrafa de volta em troca de desconto na próxima compra. Aí você conquista o cliente, que quer o desconto e você não precisa comprar novo estoque de garrafinhas, pois elas retornaram até você. Aí você pensa “Pra que tanto trabalho? Vou pegar um saquinho plástico descartável que é mais barato que o vidro, uma cachaça mais barata, suco artificial mais barato, coloco mais açúcar e vendo pelo mesmo preço da versão anterior”. Já você, que quer só ficar doidão e não está afim de procurar o vendedor na multidão pra devolver a garrafinha, compra mesmo sendo porcaria. HAHAHA HEHEHE pro produtor, poluição no mundo, um bando de porcaria dentro de você e dinheiro jogado fora.

😉 Sobre as alternativas:

Produtos naturais de pequenos produtores ou faça você mesmo. Poluem bem menos ou não poluem durante a produção, contém somente o essencial e nada sintético ou tóxico, você consegue muitas vezes sem a embalagem e têm 100% da funcionalidade do produto (por exemplo hidratante que realmente hidrata).

Chega de papo e vamos à lista Parte 2 (yeeeeaaaaaahhhhh)

Continue Reading

Afinal, qual é o problema? lista para um banheiro desperdício zero parte 1

Que coisa estranha é essa?
Que coisa estranha é essa?
Pra quê usar isso, se tenho uma esponja linda e colorida?
Pra quê usar isso, se tenho uma esponja linda e colorida?
Será que vai servir?
Será que vai servir? Ok, vou dar uma chance.

Preconceito tem em todo canto, né? Até mesmo contra os produtos naturais.

Fato é que para conquistar seus consumidores, os produtos industrializados e artificiais ficam mais coloridos, com mais fragrância, com purpurina e em embalagens cheias de frases do tipo “a mais eficiente”. Quem aqui já não comprou um produto super promissor e o troço durou menos do que o esperado? Várias vezes eu me senti enganada, gastando dinheiro a toa ou simplesmente abstraí e pensei “é descartável mesmo” e comprei outro.

Os produtos naturais não são tão coloridos e nem cheios de perfume. Mas funcionam tão bem quanto ou até melhor! E o mais importante, não contaminam nem você, nem o meio ambiente! Exatamente, você não leu errado. Produtos artificiais e industrializados contaminam primeiro a água/ar/solo ao serem produzidos e depois você e sua família, ao serem utilizados na sua casa. Por fim eles contaminam de novo, ao serem descartados, e sabe por que?

Tudo que a natureza produz (tudo que vem da natureza) pode ser absorvido por ela. Já o que a natureza não produz, não será absorvido e vai continuar existindo (pra sempre!).

Chega de suspense e vamos à lista!

Continue Reading