Afinal, qual é o problema? lista para um banheiro desperdício zero parte 1

Que coisa estranha é essa?
Que coisa estranha é essa?
Pra quê usar isso, se tenho uma esponja linda e colorida?
Pra quê usar isso, se tenho uma esponja linda e colorida?
Será que vai servir?
Será que vai servir? Ok, vou dar uma chance.

Preconceito tem em todo canto, né? Até mesmo contra os produtos naturais.

Fato é que para conquistar seus consumidores, os produtos industrializados e artificiais ficam mais coloridos, com mais fragrância, com purpurina e em embalagens cheias de frases do tipo “a mais eficiente”. Quem aqui já não comprou um produto super promissor e o troço durou menos do que o esperado? Várias vezes eu me senti enganada, gastando dinheiro a toa ou simplesmente abstraí e pensei “é descartável mesmo” e comprei outro.

Os produtos naturais não são tão coloridos e nem cheios de perfume. Mas funcionam tão bem quanto ou até melhor! E o mais importante, não contaminam nem você, nem o meio ambiente! Exatamente, você não leu errado. Produtos artificiais e industrializados contaminam primeiro a água/ar/solo ao serem produzidos e depois você e sua família, ao serem utilizados na sua casa. Por fim eles contaminam de novo, ao serem descartados, e sabe por que?

Tudo que a natureza produz (tudo que vem da natureza) pode ser absorvido por ela. Já o que a natureza não produz, não será absorvido e vai continuar existindo (pra sempre!).

Chega de suspense e vamos à lista!

Continue Reading

Tchanan! Um banheiro que não produz lixo

img_4126
Esfoliação com pó de café???
img_4135
Estou virando NATUREBA!!!!
img_4134
Aff, esteriótipos…

 

 

 

 

 

 

😛 Agora sim vai começar a transformação!

Regras do jogo:

Em um post eu vou mostrar as transformações do cômodo e comentar a razão pelas minhas escolhas de forma resumida. Em outro post vou apresentar uma lista de tudo que há (ou o mais comum de haver) naquele cômodo, explicando os problemas e as alternativas de cada item. Durante todo esse processo, não vou descartar nada e, depois de ter passado por toda minha casa, aí sim vou mostrar o encaminhamento de tudo que troquei aqui. Sim, eu irei pessoalmente levar nos centros de reciclagem e, caso algo tenha que ir para o lixão, também levarei pessoalmente. É um desafio que me proponho para encarar de frente o impacto das minhas ações.

😱 Gente, a Karin está louca! Ela raspou a cabeça, virou vegana e quer ir num lixão! 

rs – não estou louca, nem sou vegana (ainda sou vegetariana) e sim, estou me desafiando a reduzir meu impacto de poluição dentro e fora de mim. Mas eu estou aqui falando do desperdício, do lixo e do enorme problema que isso é, no entanto nada disso parece nos atingir diretamente. Então eu gostaria de visitar (sim) o destino do meu lixo e quem quiser me acompanhar, será muito bem vindo.

 – Jogo dos (mais de) 7 erros –

Banheiro de uma modesta exagerada

img_4112Da esquerda para direita: 1 escova de vaso, 1 porta treco com muitos esmaltes e acetona, 1 porta treco com muitos remédios, 1 necessaire formato banana, 1 necessaire com várias outras menores dentro (sabe como é né rs), papel higiênico, 1 porta trecos com 3 potes de creme vazios (sempre achei que fosse precisar) + produtos pra cabelo + absorvente interno + 1 creme para as pernas (que minha mãe me deu) + 2 porta escova de dente (resquícios do meu ex) + 1 pote de sabão líquido vazio (nunca se sabe…) + 1 soro fisiológico + porta xampu de viagem + mini álcool gel (outra vez minha mãe) + 1 caladril (deixado por uma amiga gringa que se queimou feio na praia) + 3 pentes + 1 pente de pintar cabelo + tinta pra cabelo, 6 perfumes (só comprei um deles), 2 secadores de cabelo (um mini pra viagem), 1 pote de hidratante muito ruim da Granado, rolo de esparadrapo vazio, 1 porta cotonetes vazio, 3 óleos essencias, fio dental, escova de dente, pasta de dente, escova de limpeza geral, enxágüe bucal, porta sabonete, 3 cremes, gilete, demaquilante, esfoliante, coletor menstrual, rodo de pia (já explico!), leite de magnésio, creme facial, 2 esponjas corporais. Fora as toalhas de banho e rosto e o tapetinho. E olha que eu conheço gente que tem MUITO MAIS!

Continue Reading