Cozinha Desperdício Zero (Parte 1) ou – armazenamento

 

O primeiro pote de vidro, a gente nunca esquece!
Então assumimos esse caso de amor…
Maníaca dos Poteeeeees!!!!

 

Saí de casa aos 19 anos, rumo a vida sozinha. Fui logo para outro continente, pois sou drama-queen-taurina assumida. Me sentia super preparada para dar conta da vida independente, afinal, sabia cozinhar, faxinar, trocar lâmpada e fazer bainha de calça! Fala sério, quem sai de casa hoje em dia sabendo tudo isso? (huahua). Mal havia decolado com o avião e já estava ligando (aos prantos) para mamis, pois havia perdido a carteira. Essa foi só a primeira de muitas né? Ninguém me avisou que eu precisava anotar na agenda pra não esquecer de comprar papel higiênico, muito menos que roupa lavada esquecida na maquina fica malcheirosa, ou que não vai ter aquele pudim de leite condensado te esperando na geladeira, muito menos que, se não trocar o lixo orgânico, vai dar mosquinha. Mas, principalmente, ninguém me avisou que essa mosquinha vem de uma LARVA!!! Exato! Se você ainda não morou sozinho, prepare-se para enfrentar a ira das larvas que mais parecem miojo assassino que vai te atacar!

E lá se foram 12 anos morando sozinha e/ou dividindo apartamentos com amigos. Hoje eu moro com a Carol (figurinha fácil no meu instagram), que vem me acompanhando nessa saga pelo desperdício zero desde o primeiro dia. Carol, assim como eu, ama potes. Carol, assim como eu, foi ensinada a guardar todo tipo de pote de plástico com tampa que passasse pela sua frente (tipo comprar requeijão e sorvete, só pelo pote). Carol, assim como eu, se apaixonou pelos potes de vidro!

O post de hoje é a parte 1 para uma Cozinha Desperdício Zero e será dedicado a Carol 🙂

Continue Reading