O que é Desperdício Zero (zero waste)?

É importante levar em consideração alguns fatores, antes de colocar aqui a minha visão sobre o Desperdício Zero:

Primeiramente, cada adepto do Desperdício Zero tem sua própria experiência. Portanto, soluções que servem para uns, podem não servir para outros e isso não desqualifica ninguém. Além disso, cada país com sua cultura, legislação, economia e indústrias formam um cenário diferente, fazendo com que cada adepto do Desperdício Zero tenha que se adequar de maneiras diferentes (mas isso não é motivo para ignorar a situação!).

Para mim, Desperdício Zero significa reduzir ao máximo o impacto do meu consumo de tudo e isso eu entendo como

  • não gerar lixo (ou o mínimo possível)

  • não jogar nada em uma lixeira comum de rua ou qualquer lugar

  • não enviar nada para um lixão ou aterro sanitário

Infelizmente, moramos em uma sociedade regida por uma economia que não é lixo zero e a reciclagem entra em ação para amenizar (e não solucionar) esses impactos. Em relação aos alimentos, existe a compostagem!

O princípio dos 5R da Bea Johnson ajuda a ilustrar a linha de pensamento para esse estilo de vida

“and only in that order” (e somente nessa ordem)

Refuse (recuse) – tudo aquilo que tenha potencial de se transformar em lixo

Reduce (reduza) – tudo aquilo que está em excesso

Reuse (reutilize) – tudo aquilo que você possa reutilizar

Recycle (recicle) – tudo aquilo que não teve jeito e você precisou adquirir pois não existe outra opção

Rot (composte) – tudo que for compostável ou orgânico